Review: Dexter – 7×11: Do You See What I See? - Líder Séries

ULTIMAS

13 de dezembro de 2012

Review: Dexter – 7×11: Do You See What I See?


Feliz Navidad.
Spoilers Abaixo:

O penúltimo episódio da temporada foi aquele tipo clássico de preparação. As possibilidades são inúmeras e o potencial para um ótimo final de temporada é enorme, mas o preço dessa preparação foi um episódio mais morno, quase que melancólico, onde Dexter vê seu futuro perfeito completamente envenenado e morto.
Fiquei muito incomodado com a prisão de Hannah. Fiquei muito incomodado porque não faz sentido algum Dexter mandar para a prisão uma pessoa que sabe todos os seus segredos. “Perdoe-me, estou te mandando para a prisão pelo resto da sua vida, mas psiu, fica entre nós o fato de eu ser um serial killer, firmeza?”. Essa situação fica duplamente sem sentindo quando lembramos que Deb também quer proteger Dexter a qualquer custo e ao mesmo tempo quer prender Hannah a qualquer custo. Deb sabe que Hannah sabe sobre Dexter.
Prender Hannah a qualquer custo pode ser a chave aqui. Fiquei com uma impressão enorme que Deb se envenenou para incriminar Hannah. Parece que ela se empolgou depois de plantar evidências para incriminar Doakes e resolveu fazer o mesmo contra Hannah. O cabelo no banheiro, o timing, a água… Foi tudo muito fácil. Hannah não erra, se ela quisesse Deb morta, ela estaria morta. É como se estivéssemos presenciando uma reviravolta no papel de Deb dentro da série. Se ela realmente manipulou tudo para poder prender Hannah, está claro que ela começa a assumir um papel de antagonista, de adversária, e isso pode ser o grande mote da próxima temporada. Não sei vocês, mas isso soa muito empolgante.
Gosto muito de Matthews. Ele é bocudo e prático, um contraponto perfeito para a personalidade azeda de LaGuerta. Quando ela disse “Você vai ter o que merece”, em relação à pensão de Matthews, o aroma de dubiedade ficou muito forte no ar. LaGuerta já ferrou seu ex-mentor antes e sinto uma dobradinha a caminho. Confesso que fui pego de surpresa com a armadilha usando Hector Estrada. Eu estava tão empolgado com o possível esquartejamento, que nem me passou pela cabeça o quão óbvio era essa armadilha. Depois de entrar naquele kill room dentro do contêiner, LaGuerta não tem mais dúvidas sobre a culpa de Dexter.
É um pouco irônico, e até engraçado presenciar que a queda do relacionamento entre Dexter e Hannah veio de um problema muito comum entre os casais comuns: falta de confiança. O futuro deles era promissor, mas Dexter nunca iria conseguir confiar 100% nela. Muito dessa falta de confiança vem do método covarde que Hannah usa para matar. Dex pode nunca encontrar uma companheira que o incentive a matar de maneira fofa como Hannah fez no diálogo entre os dois envolvendo Estrada, mas entre Deb e Hannah, ele escolheu Deb, e sua decisão foi manipulada pela própria Deb. Que venha a tempestade.
Pensamentos finais:
- Vai lá Angel, se aposenta e vai cuidar do restaurante. Dou a maior força.
- Vai lá Quinn, se mata ou vai procurar Nadia em Las Vegas. Dou a maior força.

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial