Review: Saving Hope – Blindness - Líder Séries

ULTIMAS

25 de junho de 2012

Review: Saving Hope – Blindness


Série: Saving Hope
Episódio: Blindness
Temporada: 1ª
Número do episódio: 01×03
Data de exibição nos EUA: 21/06/2012


O terceiro episódio de Saving Hope continua caminhando na direção que os  dois primeiros  estavam indo. O diferencial de Blindness esteve na química entre os protagonistas, Eu precisava ver se realmente existia algo forte entre Alex e Charlie. E olha, este terceiro episódio foi exatamente o que eu precisava para ter certeza disso.
Tudo bem, eu preciso fazer uma ressalva que iniciar um episódio com Erica Durance apenas de sutiã me ganhou. Mas são “pequenos” detalhes, claro. O negócio é que Alex está fazendo de tudo para tentar acordar o noivo. Soa desesperador fazer terapia sensitiva, mas pelo menos ela agora, de fato, está fazendo tudo a seu alcance para ver o amado acordar novamente.
Mas enquanto o moço não acorda, a vida continua no Hope Zion Hospital. Maggie parece estar se envolvendo em um triângulo amoroso – enquanto anda se agarrando com o Dr. Goran, o psicólogo Dr. Murphy anda desenvolvendo uma paixonite pela moça. Sem graça confesso, não vejo química nenhuma entre eles, e Maggie é uma das coisas mais sem graça que eu já vi na TV. Joel, pelo contrário consegue voar solo, e ter um envolvimento na série bem legal. Esta semana ele teve um envolvimento maior com os pacientes, conseguindo até convencer a chefe de cirurgia a permitir uma cirurgia complicada, mas que daria uma nova perspectiva a chefia. Claro que ela foi um sucesso, e o médico promete ser o mais novo queridinho do Hope – se já não é.
Falando em pacientes, eles não param de chegar. Aliás, confesso que me envolvi muito mais nos casos desta semana do que nos duas anteriores. Desta vez, tínhamos um paciente que a principio poderia ter câncer, mas que Alex acaba descobrindo que ele tem problemas mentais – inventou diversas doenças, inventou uma noiva, além de ingerir coisas. Ele até no final deu uns conselhos para Alex sobre ela acreditar em algo inacreditável, mas não passou perto de ser o centro do episódio.
Diria que as atenções se voltaram para o caso dos irmãos que na disputa pelo amor de uma mulher, acabam se envolvendo em um acidente. Um deles, não sobrevive à complicada cirurgia feita por Alex e acaba morrendo. E aí, ele consegue encontrar Charlie que ainda vaga pelos corredores do hospital. Só que o paciente acaba ficando mais tempo do que devia, na companhia do nosso moribundo. Tudo isso por conta de assuntos inacabados. E isso começa a soar desesperador para Charlie. Ele estaria ali apenas para terminar seu assunto com Alex? Porque ele não acorda? “Ótima pergunta” diria o cirurgião. Mas foi através deste caso que, Charlie se aproximou ainda mais de Alex, e conseguimos ver o quanto ela está sofrendo por isso. Ele não apresenta nenhuma melhora, e diante de lágrimas, Alex relembra de bons momentos dos dois. E sim, eles têm uma baita química. A cena dele tentando abraçar ela foi bem emocionante. Já posso “shippar” os dois né produção?
Estou na torcida por Charlie, acho que o personagem tem um baita potencial. Mas repito que, com uma premissa desta, não sei o que se tornaria depois dele acordar. O jeito é ver como as coisas irão continuar a fluir. Semana que vem nos vemos.
Fonte: teleseries

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial